Goianos na maior vitrine jovem

Copa São Paulo

Os números impressionam e, mesmo com um calendário mais vasto para as categorias de base nos últimos anos, com mais campeonatos brasileiros e edições da Copa do Brasil de novas categorias, a Copa São Paulo de Futebol Júnior segue como principal vitrine para os jovens talentos do futebol brasileiro. Em 2016, é a segunda vez que Goiás estará na competição com os quatro clubes da capital entre os 112 do torneio, que chegará a sua 47ª edição, disputada em 27 cidades.

Um time em reformulação, mas com uma responsabilidade de obter um bom resultado. Após as campanhas de relativo sucesso em 2014 e 2015, em que conseguiu avançar além da fase de grupos da Copa São Paulo, o Goiânia vai para a edição de 2016 com uma nova base e com um técnico que fez sucesso no futebol nacional depois de ter sido revelado pelo alvinegro - Rogério Corrêa.
O ex-zagueiro assumiu a equipe na metade deste ano com a missão de remontar o elenco de base. Assim, foi atrás de contatos que sua carreira como jogador, encerrada em 2011, lhe proporcionou. Uma das indicações de um amigo foi o meia Eduardo.
Aos 19 anos, o curitibano confiou no convite do treinador e deixou a família na capital paranaense para morar sozinho em Goiânia, desde junho. “Coloquei na minha cabeça como se esta fosse minha última chance de dar certo”, revela o jogador, que disputará sua 1ª Copinha.
O meia canhoto se entrosou rápido com outro jogador do setor, o meia Guilherme Gameleira, também de 19 anos. Gameleira recebeu este adendo ao nome por conta do local onde foi criado: Gameleira de Goiás. “Fui criado lá. Só não nasci lá porque não tinha hospital na cidade, então nasci em Silvânia”, explica. “Chuto com as duas pernas e sou quem cobra as faltas do time”, completou.
Eduardo e Gameleira têm a missão de municiar o paraense Tchulio. O atacante rápido se destacou no Campinas, no ano passado, e foi parar no Galo por indicação do ex-técnico do time, Fabrício Carvalho. “Espero fazer gols na Copinha, mas o time é mais importante”, ressalta. (Rafael Xavier)

                                                                                                                                                                  Fonte: O Popular, 20 de dezembro de 2015 

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *